Ver índice de webs/blogs

QgMaster : MD Review - Golden Axe II (1991) [fuente]



Salve pessoal,
É hora de uma jogatina das Antigas, mas inegavelmente boa.
Após falarmos das versões anteriores, passou da hora de falarmos da versão dois de Golden Axe. Vamos comigo!



O Enredo é bem semelhante às histórias de RPG. A terra de Yuria após os acontecimentos de Golden Axe 1, descansava em paz com a derrota de Death Adder. mas eis que levanta um outro vilão, o Cavaleiro gigante Dark Guild, e organiza um poderoso exército pra oprimir o Mundo. 
Os heróis decidem se levantar novamente e enfrentar o novo mal. Preciso explicar mais?


A VOLTA DOS QUE NÃO FORAM
 Na verdade, preciso! Se você acompanhou nossos Reviews aqui, a versão Master System só contava com o bárbaro Tarik "Ax Battler" (A versão Master leva o nome verdadeiro), a amazona Tyris Flare e o Anão Gilius Thunderhead faziam "pontas" no Action RPG Golden Axe Warrior apenas. 

Revenge of Death Adder


Nos Arcades, estrelava o Spin-Off  Revenge of Death Adder  com um grupo de excêntricos guerreiros. Vendo a estranheza do público e querendo alavancar vendas para o Mega Drive, a SEGA decidiu trazer o elenco anterior do jogo 1, com sutis modificações. Na verdade, o GA II é um Golden Axe com alguns power ups.   


GRÁFICOS E SONS
Em relação à versão Mega Drive, o segundo jogo possui uma resolução melhor dos personagens e cenários mais detalhados. Você verá Ax melhor desenhado com uma ombreira única, Gilius mais robusto e Tyris menos ousada, trocando o biquini por uma tanga e com uma tiara.

Os cenários perdem elementos marcantes do primeiro jogo, a Tartaruga e o Falcão. Porém, ganhou elementos muito bacanas como o cenário vulcânico, o Dragon Throat.  Inclusive, os aldeães que fogem dos inimigos e suas animações é um ponto a ser  lembrado.


Os sons tiveram uma modificação. Não são aquela trilha melódica que você assobiaria como o Wildness ou o Turtle Village, ficou mais parecendo a trilha da cena de batalha de um filme e menos a trilha que tocaria no momento de reflexão e triunfo apenas, a trilha toda é bem mais intensa que sua antecessora. Igualmente intenso ficou o visual das magias, embora o Dragão parece bem mais improvisado que o anterior, devido aos limites do Console.


ACAMPAMENTO DE GUERRA
Se você gostava do estilo de luta do jogo anterior, você perceberá o quando GA I era travado com a melhoria dos controles. Na verdade, na época, nós novatos sequer percebíamos isso. Todos os lutadores melhoraram seu Back Move, Tyris ganhou uma cambalhota semelhante à sua rival de empresa Blaze, e Gilius uma giratória que só o torna o hegemônico no combate corpo-a-corpo.


As Magias, curiosamente ganharam modificações. Ax começa a usar os Ventos e Gilius usa as Rochas, mesmo que as versões dos Spin-Offs insistam nas magias do primeiro jogo, só Tyris se mantém com golpes de Fogo. É possível também dosar o nível da Magia pra conseguir ser mais econômico, ou aproveitar um livro de magia quando se está cheio.


Golden Axe II não tem um sistema de batalha complexo, mas lutar ficou melhor. Aliás, a marca registrada, as montarias encontramos grande variedade. Temos dragões, sim, mas temos também dinossauros variados. A Montaria costuma ser uma fonte de economia de Life e Magias.   


E os inimigos? Há um grande paralelo entre os inimigos da primeira versão e da segunda. Os inimigos simples, armados de clavas e garras estão bem mais rápidos. Os Esqueletos também deram um guinada, armados com uma foice, continuam sendo os inimigos mais completos em repertório de ataque. As amazonas é que encontramos os casos mais curiosos: foram substituídas pelos homens lagartos que possuem uma alta resistência e um traiçoeiro golpe de cauda. Os ladrões que deixavam os potes de magia no Bônus do Acampamento saem e entram uns diabretes que lembram o Gorpo do He-Man, embora eles te atacam com uma magia.


Os Chefes foram aperfeiçoados e encontramos em Golden Axe Warrior, os Gigantes agora são meio-homens meio-cabras e seu golpe de massa mortal. Os Cavaleiros agora são Armaduras  gigantes sem capacete que o velho truque do Dash não funciona mais.

Tudo isso num Level Design com mais quedas possíveis de acontecer tanto para ti e seu grupo quanto pros inimigos. A Dificuldade aumentou consideravelmente, mais ainda quando estiver cara-a-cara com Dark Guild, mas aí deixamos com você.



CONSIDERAÇÕES FINAIS
Os Tempos passam e ainda considero com toda a simplicidade da mecânica de Golden Axe II bem atraente, considerando o melhor da série. Considerando também que jogo até hoje todos os títulos (Exceto o The Duel do Saturn, mas isso é outra história), é o que encontro menos falhas. Se você é fã dos Clássicos Antigos da SEGA, não perca tempo e vá brandir sua espada, melhor ainda se for com um amigo!